Cidades do interior do Rio começam a aplicar vacina contra a poliomielite

Cidades do interior do Rio começam a aplicar vacina contra a poliomielite

g1 > Região dos Lagos 



Campanha Nacional de Vacinação começou nesta segunda-feira (27). Campanha Nacional começou nesta segunda-feira (27) em todo o País Ernesto Salomão/Ministério da Saúde Começou nesta segunda-feira (27) a Campanha Nacional de Vacinação Contra a Poliomielite 2024. A expectativa é ampliar a cobertura vacinal em todo o país. O público-alvo são as crianças menores de cinco anos. E algumas cidades do interior do Rio já começaram a aplicar o imunizante. Em Campos dos Goytacazes e em Macaé, no Norte Fluminense, a vacina já está disponível nas unidades de saúde. Em Macaé, a aplicação acontece de segunda a sexta-feira, nas Unidades Básicas de Saúde e de Estratégia Saúde da Família. O Dia D de mobilização está agendado para 8 de junho. A gerente do Programa de Imunização na cidade, Samyra Mayer, esclarece que a vacina oral (dose extra) destina-se a crianças de um ano a menores de cinco anos, enquanto a atualização da caderneta é voltada para crianças de dois meses a menores de um ano que possuem esquema incompleto com a vacina injetável. Já em Campos, a vacina está disponível em 21 salas de imunização distribuídas pelo município, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 16h, sendo duas com horário ampliado: sala sala de vaninação na rua Gil de Góis, n°132, ao lado do Centro de Referência e Tratamento da Mulher, funciona das 8h30 às 20h. Já a Clínica da Criança, o atendimento é das 9h às 18h. O município de Itaperuna, no Noroeste Fluminense, também iniciou nesta segunda-feira (27) a aplicação da vacina contra paralisia infantil. Segundo a prefeitura, 13 unidades de saúde da cidade estão atendendo de segunda a sexta-feira, das 8h às 15h. Na Região Serrana do Rio, Nova Friburgo também já começou a aplicar o imunizante nesta segunda. A vacina está disponível de segunda à sexta-feira, de 8h às 16h30, nas salas de vacina no posto do Suspiro, Silvio Henrique Braune, Tunney Kassuga, em Olaria, Waldir Costa, em Conselheiro e José Copertino Nogueira, em São Geraldo. Vale lembrar que para receber a vacina, é necessário apresentar o cartão de vacinação e o documento de identidade da criança ou o Cartão do SUS. *Essa matéria será atualizada conforme as prefeituras forem divulgando o cronograma da campanha em seus municípios.

Comentários