*A partir desta quinta-feira, preço do gás vai cair até 4,86% no Rio*

*A partir desta quinta-feira, preço do gás vai cair até 4,86% no Rio*
*Redução vale para o gás canalizado e o vendido em postos de combustíveis*

As tarifas do gás natural no Rio de Janeiro usado nas residências e nos carros sofrerão redução de até 4,86% a partir de amanhã, dia 1º de fevereiro. O reajuste é decorrente da redução no custo de aquisição do gás natural fornecido pela Petrobras. A queda ocorre em um momento em que os preços do Gás Liquefeito de Petróleo - GLP (botijão), da gasolina e do diesel sobem por conta do aumento da alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

Segundo a Naturgy, para os clientes localizados na Região Metropolitana do Rio (CEG), a tarifa do gás canalizado terá queda média de 1,43% para o segmento residencial (7m³/mês); redução de 1,49% para o comercial (400 m³/mês); e recuos de 4,86% para postos de GNV (gás natural veicular) e de 1,08% para as indústrias (3Mm³/mês).

Para os clientes que moram no interior do Estado (CEG Rio), as quedas são de 1,70% para residências (7m³/mês), de 1,97% para o comércio (400 m³/mês), de 3,60% para postos de GNV e de 3,52% para indústrias (3Mm³/mês).

Confira ainda: Desemprego no país encerra 2023 em 7,8%, a menor taxa desde 2014
No caso dos contratos de gás, os reajustes são trimestrais e ocorrem sempre em fevereiro, maio, agosto e novembro. São referentes ao preço do gás comprado pela Naturgy com base na variação do Brent (petróleo cru) e do dólar.

Além disso, Petrobras e a Naturgy colocaram fim a disputas judiciais que se arrastavam há dois anos e chegaram a um acordo para a renovação do contrato de fornecimento de gás para 61 municípios do Rio de Janeiro em janeiro deste ano.

Com informações da página Rio das ostras em foco


Comentários