SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEMITE DIRETOR DO CONEXÃO DO FUTURO APÓS REPORTAGEM DA REDE GLOBO

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEMITE DIRETOR DO CONEXÃO DO FUTURO APÓS REPORTAGEM DA REDE GLOBO 



Nesta terça-feira (12) a secretária de Educação, Cultura, Inclusão, Ciência e Tecnologia divulgou nota de pronunciamento informando que o diretor do programa conexão foi exonerado de suas funções. E a nota, ainda, pede que o mesmo explique sobre a reportagem da rede globo sobre corrupção com dinheiro público em um dos programas que beneficia mais de 1.500 crianças no município.

Porém, a exoneração do diretor se deu, após a reportagem divulgada em detalhes pela rede Globo de televisão, mostrando um faturamento de 326 milhões nas aulas aplicadas pela empresa, onde o diretor era o próprio dono.

Além da reportagem indicar, veementemente, o erro da prefeitura em não analisar o contrato da empresa que seria do amigo do casal Manoela e Peres, a reportagem também dá indícios que o diretor já tinha um contrato até antes do programa conexão do futuro estar funcionando no município.

A reportagem ainda fala que o diretor Lucas Amorim Floriano, recebia da prefeitura 10 (mil) reais, sendo funcionário da prefeitura e ainda participou da expansão do conexão do futuro e foi o responsável por lançar o edital que favorecia a sua empresa de fachada, que uma delas era no endereço da sogra em boqueirão.

Há quase duas semanas a prefeitura de saquarema vem se envolvendo em escândalo como: NATAL DE LUZ DE 12 MILHÕES, EMPRESA QUALITÁ DE SAÚDE que terá uma CPI aberta pela câmara de vereadores, onde irá analisar o contrato que também existe suspeitas de fraude e corrupção. Agora nesta última segunda-feira foi sobre o CONEXÃO DO FUTURO que também antes que a câmara de vereadores pedisse que o secretário de educação Antônio Peres comparecesse à câmara para dar explicação,o diretor foi exonerado do cargo.

Fontes do próprio governo, dizem que a situação da gestão não está nada boa e cada vez mais os corredores da administração não falam sobre outra coisa, além da baixa popularidade para eleições de 2024. Onde a pré-candidata e sucessora da atual prefeita Manuela Peres, Lucimar da Educação, teve o nome envolvido nas últimas semanas em escândalo, onde o próprio sobrinho da sub-secretária de educação teria arquitetado um falso sequestro pedindo 20 mil à tia pelo resgate.

Fonte : Jaconé em Foco Rio

Comentários