PICANHA FICA 2,63% MAIS BARATA, CARNES TÊM MAIOR QUEDA EM 15 MESES

PICANHA FICA 2,63% MAIS BARATA, CARNES TÊM MAIOR QUEDA EM 15 MESES

O preço da carne caiu em fevereiro 1,22%. É a maior queda no preço desse produto nos últimos 15 meses, segundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), divulgado na sexta-feira (10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

Enquanto isso, a inflação passou de 0,53% em janeiro para 0,84% no último mês. Entre os cortes, a picanha, famosa nos churrascos brasileiros, teve o maior recuo de preço, de 2,63%.

Segundo Pedro Kislanov, gerente do Sistema Nacional de Índices de Preços do IBGE, a redução no custo das carnes já pode ser efeito da suspensão de exportações do Brasil para a China, por conta de registro de um caso de mal da vaca louca em um bovino no Pará.

"Pode ser o efeito da suspensão de exportações de carnes do Brasil para a China por conta do mal da vaca louca", disse Kislanov. "Tem maior oferta de carnes no mês, não só de carne bovina, mas também frango. Mas a gente já vinha com uma oferta maior nesse mercado", acrescentou. 

Veja nas fotos a seguir os tipos de carne que tiveram queda no preço:

Picanha - Uma das carnes mais famosas no churrasco ficou 2,63% mais barata, a maior queda entre todos os cortes medidos pelo IPCA, do IBGE.

Alcatra - um dos cortes mais consumidos teve queda de 2,50%.

Capa de filé - foi o segundo tipo de carne que mais teve queda no preço, de 2,37%.

Costela bovina - o corte teve recuo de 2,28%.

Filé mignon - considera peça nobre, teve queda de 1,77%.

Peito bovino - apreciado em várias receitas, o corte teve queda de 1,74%.

Acém - queda de 1,43%.

Texto e foto: reprodução/r7, com edição NH Notícias


Comentários