⭕ALERTA ⭕ Um suposto encontro marcado através de um aplicativo de Internet é uma das pistas que a polícia tem para encontrar o paradeiro da estudante Alessandra Rangel Coelho Santana, de 12 anos, que desapareceu após sair de casa para ir à escola

⭕ALERTA ⭕

Um suposto encontro marcado através de um aplicativo de Internet é uma das pistas que a polícia tem para encontrar o paradeiro da estudante Alessandra Rangel Coelho Santana, de 12 anos, que desapareceu após sair de casa para ir à escola, na manhã da última segunda-feira, em Sepetiba, na Zona Oeste do Rio.

Alessandra estuda na Escola Municipal Ginásio Professor Neemias Rodrigues de Mello, em Sepetiba. Segundo a família, ela saiu de casa, por volta das 6h30, usando o uniforme e a mochila, mas não retornou. A direção da unidade escolar comunicou aos responsáveis que a aluna não participou das aulas. Conforme familiares, a adolescente foi vista, pela última vez, conversando com um homem desconhecido nos arredores do colégio.

Além do uniforme, Alessandra também levava na mochila um vestido rosa e um tênis novo. O aparelho celular da estudante foi desligado. De acordo com relatos da família, uma colega da escola confirmou que a adolescente estava se relacionando de forma virtual com um rapaz, que pretendia ir com ele para Minas Gerais, mas não imaginava que tomaria uma atitude tão arriscada.

“Descobrimos, há algum tempo, que ela estava mantendo contato pelo aplicativo TikTok com um suposto rapaz. Alertamos sobre os riscos de falar com pessoas estranhas pela Internet. Estamos desesperados, pois ela pode estar em perigo. Já acionamos a polícia e contamos com apoio de outras pessoas para encontrar a minha filha”, disse o açougueiro Alessandro de Assis Santana, de 36 anos.


Comentários