Professor de escola particular em Nova Iguaçu é acusado de assediar alunas sexualmente: 'arruma uma foto dela e sua de biquíni'

Professor de escola particular em Nova Iguaçu é acusado de assediar alunas sexualmente: 'arruma uma foto dela e sua de biquíni'



Após acusações de assédio sexual, um professor de matemática de uma escola particular, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, está sendo investigado pela Polícia Civil. 

A informação é de que o acusado cometeu o crime contra, pelo menos, duas meninas. A situação foi exposta depois que o pai de uma estudante assediada foi até a unidade de ensino e começou chamar o docente de pedófilo. Em um vídeo gravado por alunos, é possível ouvir os gritos do homem, que chega a ameaçar o professor de morte.

Em uma troca de mensagens, o acusado chama a aluna para ir ao motel na saída da escola. Em outra conversa, ele pede foto de duas estudantes, menores de idade, onde diz que deseja ver a parte íntima delas: “Arruma uma foto dela e sua de biquíni. Só postam de roupa”, disse.  Em nota, a Polícia Civil disse que o caso foi registrado na 58ª DP (Posse) e encaminhado para a 52ª DP (Nova Iguaçu) para dar prosseguimento à investigação. Diligências estão em andamento para esclarecer os fatos.

Procurada, a escola informou que todas as providências já foram tomadas, que o professor foi demitido nesta segunda (08) por justa causa e que a unidade está dando todo o apoio necessário para as famílias.

Comentários