Operação contra agressores de mulheres tenta prender quase 100 no RJ

Operação contra agressores de mulheres tenta prender quase 100 no RJ

Há ações em todos os estados brasileiros, lideradas pelo Ministério da Justiça.

Policiais civis de todo o Brasil iniciaram nesta segunda-feira (8), Dia Internacional da Mulher, a Operação Resguardo, contra agressores de mulheres. 

No Estado do Rio, são 98 mandados de prisão. Até a última atualização desta reportagem, 25 homens haviam sido presos no RJ — alguns por estupro, outros por agressão, e outros por não pagar fiança. 

Mandados também foram cumpridos no Paraná, em Sergipe e na Bahia. A força-tarefa nacional tinha prendido, desde o início de 2021, quase 8.300 pessoas e emitido 51 mil medidas protetivas. 

31 mil denúncias só no RJ

Em todo o RJ, a série histórica contra a violência contra a mulher soma 31 mil denúncias, cerca de 1,3 mil presos e 9.360 medidas protetivas. 

Sandra Ornellas, diretora do Departamento-Geral de Polícia de Atendimento à Mulher do RJ, explicou que 151 delegacias do estado foram mobilizadas na operação. 

"Essas prisões de hoje são simbólicas. A violência contra a mulher é um reflexo do patriarcado e fruto da desigualdade profunda perante os homens", afirmou.


Comentários